logo

Extrack participa do Desafio das Startups da Força Aérea SERFA

Fomos selecionados entre 60 Startups pelo Brasil, para participar do Desafio de Logística de entrega utilizando Drones (RPA).

Com o apoio da Igloo Network nós fomos selecionados para desvendar este desafio. 

O evento “FORÇA AÉREA – SERFA 2020 – Sistemas integradores inteligentes”,  ocorrerá dentro da 10º Edição do Simpósio de Sensoriamento Remoto de Aplicações em Defesa (SERFA) 2020. Este ano o tema central é “Sensoriamento Remoto e Inteligência Artificial: como computação e crowdsourcing serão o futuro das tecnologias aeroespaciais”.

O SERFA (www.serfa.com.br) consolidou-se como o maior fórum do Hemisfério Sul de Sensoriamento Remoto voltado para assuntos de Defesa, sendo importante um ecossistema para tomadores de decisão e geração de negócios. O SERFA 2020 será realizado entre os dias 02 a 05 de dezembro de 2020, de forma totalmente online e gratuita. O foco está em promover a conexão entre Startups, Governo, Forças Armadas, Grandes Corporates, Investidores e Universidades, que tenham como objetivo comum conhecer, impulsionar e fomentar novas tecnologias e serviços relacionado direta ou indiretamente ao Sensoriamento Remoto.

Aproveitando este movimento, o Instituto de Estudos Avançados (IEAv), do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), da Força Aérea Brasileira (FORÇA AÉREA) e o IGLOO.NETWORK propoê em parceria, o challenge “Sistemas Integradores Inteligentes: em busca de tecnologias e inovações nacionais”. O objetivo é mapear o que há de competências e soluções no mercado nacional no tocante à integração de sistemas de modo inteligente, sendo capaz de realizar a fusão das diversas fontes de dados com vistas a impulsionar tecnologicamente a Mobilidade Aérea Urbana futura.

Você sabia que em um futuro muito próximo teremos Aeronaves Remotamente Pilotadas (ARP), ou Drones como são popularmente chamados, exercendo funções do dia-a-dia, como: Deliveries, Entregas de Cargas em locais onde não existam grandes estruturas aeroportuárias, vigilância de fronteiras, busca e salvamento de pessoas,  apoio ao contingenciamento de calamidades públicas, desastres naturais entre muitas outras?

Você sabia que já existem estudos sobre o controle aéreo que preveem o compartilhamento do espaço entre aeronaves comerciais e ARP, dedicando parte do espaço para ARP de menor porte voarem em alturas mais baixas?

O que falta para termos tudo isto funcionando de forma segura, resiliente e confiável?

Muitas destas tecnologias estão em desenvolvimento. Todavia, precisam funcionar juntas!

Um sistema ARP é um Sistema de Sistemas.

Veja o desafio no canal SERFA aqui.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *